9/1/2020
Balanço do 1º semestre de 2020

A G&O - Gestão de Obras faz um balanço bastante positivo dos primeiros 6 meses do presente ano, apesar dos grandes desafios enfrentados.

A nível de clientes, a G&O conseguiu manter os mesmos clientes face a períodos transatos. Um dos objetivos para o ano de 2020 passava pela não dependência dos clientes da Banca, que passa agora a representar apenas 30% da sua faturação. Assim, foram alcançados mais clientes particulares face a períodos transatos que representam cerca de 60% da faturação, sendo os restantes 10% associados a instituições de carácter público e social.

O nível de faturação está enquadrado com as previsões feitas para o ano de 2020, tendo a G&O um aumento de 29% nas receitas, em comparação com o mesmo período do ano anterior.

O carácter das obras em que a G&O participa foi mantido, tendo sido preparado e dinamizado a intervenção noutras áreas da Gestão de Projetos nomeadamente a Construção Sustentável, Energia Solar e Sistemas de Cogeração. Neste sentido, foram estabelecidas parcerias com organismos com atividade na área (Cluster Habitat Sustentável, APESF – Associação Portuguesa de Empresas do Setor Fotovoltaico e Associação Passive House Portugal).

A G&O manteve ainda um foco comercial para dinamização do Consórcio Triventure, que alargou o âmbito da sua atividade através da inclusão da avaliação, análise económica e financeira, bem como o enquadramento fiscal e sua adequabilidade, em projetos relacionados com Residências Seniores e para Estudantes.

Por último, foi definida uma estratégia para o acompanhamento da equipa de trabalho, através da realização de reuniões de equipa semanais, com o objetivo de dar consistência às orientações e uniformizar o cumprimento dos procedimentos do Sistema de Gestão de Qualidade (SGQ) em todas as obras com intervenção G&O, e desta forma melhorar a qualidade do serviço prestado aos nossos clientes.

Outros Artigos
Voltar ao topo